::sem espaço pra maldade, sem lugar pra fúria::

Quando acordei, estava todo ensanguentado. Mas não me sentia nem surpreso.
A polícia apareceu do nada me levou. A única coisa que eu consegui pensar enquanto era algemado foi “eu não cheguei a perceber. Eu nem aproveitei”.

Anúncios

Um comentário em “::sem espaço pra maldade, sem lugar pra fúria::

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s