::…o que Deus dá são oportunidades…::

E ao final de um ano e um dia, ao caminhar, aquele homem chegou a um lugar onde havia pouco, mas o ar era puro. E segundo a história que conto esse lugar era o próprio interior do homem, ou mais, era simplesmente o que havia por dentro de tudo. Ali houve a oportunidade de assentar-se na grama e pensar. Tudo ao redor era ruínas e os conselhos de Deus eram insípidos, as pessoas eram sombras e o futuro não era nada. Esquecendo-se de todas as lições e livros e conversas e pecados e erros e imprudências e principalmente das imprudências e também dos equívocos provocados pelas imprudências ele se deitou na grama e abriu os braços e pernas, deixando que corressem pelo raio de seu corpo. Sua mão esquerda alcançou algo diferente e tratou de arrancar-lhe rápido em direção aos olhos. O que era era uma flor e apesar de arrancada e rumo à morte o homem soube que aquilo se tornara definitivo. Com o perfume amarelo debaixo do nariz ele teve seu único pensamento após o que. “Aqui construo tudo e aqui será a minha casa.”…

Anúncios